Ajuda e Reabilitação com o Fundo de Caridade Royal Marines

 

 
Henry Cavill é embaixador do Fundo de Caridade Real Marine, (em inglês – Royal Marines Charitable Trust Fund – RMCTF), e com sua participação em diversas campanhas, ajuda na arrecadação de fundos para o apoio e tratamento de diversos militares, ex-militares e suas famílias.
 
Royal Marines, RM, são algo como o corpo de fuzileiros navais do Reino Unido, tem o dever de servir sua nação 365 dias por ano com missões antipirataria, segurança para questões nucleares, segurança de embaixadas, ou com operações de Forças Especiais como as que atuam no Afeganistão, por exemplo. Isso expõe os RM a muito perigo e pressão em seu trabalho.
 
 
 
Segundo o relatório de Impacto de 2015 do RMCTF, foram 60 mortes ocorridas no Afeganistão num total de 445 mortes sofridas pelas Forças Britânicas no país desde 2006. Há hoje aproximadamente 155 pessoas com deficiência incluindo 30 amputados e 256 pessoas que sofreram ferimentos que mudaram suas vidas, dos quais 180 delas apresentaram sinais de estresse pós-traumático, e muitas famílias fragilizadas com perdas e lesões.
Os valores arrecadados com as campanhas e doações ao RMCTF auxiliam os militares em serviço, melhorando suas condições de trabalho, e dão suporte de tratamento e acompanhamento para militares feridos em serviço e para as famílias daqueles que morreram em missões.
John White, ex-Royal Marine, foi ferido por um IED, enquanto servia na operação HERRICK12 no Afeganistão em 2010. Ele perdeu as duas pernas acima do joelho e seu braço direito no cotovelo, e foi beneficiado com próteses instaladas nos Estados Unidos financiadas pelo RMCTF. Hoje ele compilou o estudo mais detalhado sobre o tratamento de reabilitação e atendimento, feito com 160 homens com ferimentos mais complexos, para descobrir as possíveis falhas no atendimento desses homens e ajudar a desenvolver uma nova abordagem para seus cuidados. As informações nomeadas de Relatório White, foram encomendadas pelo RMCTF e entregues a chefes de governo e do serviço de saúde britânico.
 
White afirma: “Estes são jovens, saudáveis, determinados, ex-pessoal das forças com um enorme potencial para a sociedade que podem experimentar frustração diária, atraso e todas as complicações em uma jornada médica desnecessariamente longa”, disse ele.”O objectivo do relatório é ajudar o governo a criar as condições para que o potencial do nosso pessoal ferido em serviço brilhe”.
 
 
Os recursos do RMCTF são imprescindíveis em casos como o de Dominic Lovett, que quebrou o pescoço, enquanto estava em formação na Noruega, em 2008, e como resultado é um tetraplégico que pode levantar os ombros, mas não tem controle dos cotovelos ou braços e por isso não pode alimentar-se ou digitar. Tratamento de transferência de tendão não foi possível e, por conseguinte, nenhum tratamento convencional financiado estava disponível para ele no sistema de saúde local. Em novembro de 2014, nas Officers Mess do Treinamento Commando Centre, uma tecnologia pioneira foi testada nele. Este tratamento tem feito Dominic capaz de executar ações, incluindo algo tão simples como agarrar uma garrafa na mão, pela primeira vez em seis anos.
Com os valores arrecadados o fundo investe também na formação de voluntários, preparando-os para auxiliar, em vários lugares do país, aqueles que sofrem de estresse de desordem pós-traumática (em inglês PTSD), e traumas psicológicos desenvolvidos pro alguma situação durante o trabalho nos RM. 
 
 
Como na história, (contada no Relatório de Impacto), de Jez Waite, que estava envolvido em um ataque com mísseis no Iraque em 2003, durante o qual, seu comunicador, Chris Maddison, de pé
ao lado dele foi morto. Ele sofreu danos significativos à sua audição e visibilidade limitada temporária de um olho, com início mais tardio PTSD. Embora Jez foi capaz de recuperar-se
dos ferimentos físicos que sofreu durante este ataque, trauma mental e emocional o afetou por mais de sete anos. Jez e sua esposa estabeleceram-se com um negócio na França, mas a saúde física e o
bem-estar mental de Jez, continuou a agravar-se, o que por sua vez, afetou a rentabilidade de seu
o negócio. O apoio ao RMCTF tem ajudado Jez fornecendo formação para pequenos negócios
e aconselhamento, ao lado de novos equipamentos financiado pela Ajuda para Heróis. Jez tem uma
visão de fornecer um refúgio para os outros procurando chegar a um acordo com PTSD.
É para que esse tipo de assistência chegue a um número maior de pessoas, com muita qualidade e eficiência, que Henry apoia e divulga o RMCTF. Seu irmão Nik Cavill, Major dos Royal Marines, está sempre envolvido em missões de risco e Henry conhece de perto muitas histórias e a realidade daqueles que se arriscam em seu trabalho militar, além da apreensão das famílias.
Conheça mais das ações do RMCTF no site.
Clique, para baixar o Sobre o Relatório White Anual.
                             Fabiana Franzosi – Crazy for Henry Cavill BR.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *