ENTREVISTA TRADUZIDA | Henry Cavill capa da Square Mile Magazine

Que tiro foi esse? Mais um ensaio fotográfico de arrasar e uma ótima entrevista de Henry Cavill nessa temporada de divulgação de seu mais novo filme Missão: Impossível – Efeito Fallout. Para a revista SquareMile, Henry Cavill fala da criação que recebeu de seus pais, do seu tempo de escola, relembra sobre seu primeiro sucesso no cinema, O Conde de Monte Cristo e também, claro, conta sobre Efeito Fallout, seu Superman, a sonhada sequência de Homem de Aço e apresenta sua produtora Promethean Productions.

[LEIA A ENTREVISTA EM INGLÊS / READ THE FULL INTERVIEW IN ENGLISH]

O PortalHenryCavill é claro que não podia te deixar sem a tradução. Leia abaixo e no final do post veja a galeria com as imagens do photoshoot. Boa leitura!


Nossa estrela de capa de julho, Henry Cavill, é um homem em uma missão.

Ele interpreta o maior herói da cultura pop, e em breve lutará com Tom Cruise, mas como é Henry Cavill em pessoa? Um verdadeiro cavalheiro, na verdade. Max Williams sentou-se com o Superman no Shard.

Ele pode ter substituído Brandon Routh, mas Henry Cavill teve que entrar no traje de Christopher Reeve. Bem, talvez “entrar” é o verbo errado – como o próprio Cavill admitiu, não foi o mais lisonjeiro das provas de roupa.

Era um traje de linho e eu não estava em boa forma. O linho não parece bom quando ele abraça todos os pedaços gordurosos. Não tente, não vale a pena. Eu me senti horrível.

É claro que, provavelmente, não ajudou o fato de que o traje, mal ajustado, fosse uma réplica do traje mais famoso do mundo, provavelmente o traje mais famoso da história; a peça azul e vermelha criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1935, ganhou vida 40 anos depois, pela figurinista Yvonne Blake, para o filme que fez uma geração acreditar que um homem poderia voar e inventou o blockbuster de super-herói como o conhecemos hoje.

Não, esse é um traje que você quer usar da melhor maneira, especialmente se você estiver no teste de Hollywood Hills para o maior papel do cinema, um papel que já lhe escapou antes. “Linho”, como outro ícone do Boys ‘Own poderia ter murmurado. “Por que tinha que ser de linho?

É uma boa anedota, filtrando a última era dourada de Hollywood, através das lentes da indústria moderna. (É claro que comparado com o material do traje agora seria arcaico; é claro que não caberia muito bem.) A situação é relacionável – quais de nós não vestimos uma roupa nova chamativa para uma grande ocasião e devidamente retrocedidas diante do espelho – mas também deliciosamente exótica: Los Angeles; Reeve; Superman.

Henry Cavill é bom também. Leve, auto-depreciativo, que contou que ‘poderia ter acontecido com qualquer um’, exceto, é claro, que não poderia: muitos de nós não nos encontramos na audição do nome mais icônico da cultura popular – mesmo nas roupas de outra pessoa.

E como você pode ver em nossa sessão de fotos, Henry Cavill fica muito bem em um traje (pelo menos do tipo em que as calças são usadas por dentro). A sabedoria popular decretou que pessoas famosas, pessoas realmente famosas, tendem a parecer menores em carne e osso, reduzidas dos outdoors e das telas grandes.

Quando você começa a fazer grandes cenas de ação com os chefões, a adrenalina definitivamente aumenta um pouquinho.

photoshoot-2018-squaremile_10jul2018_11Cavill é maior: acima de 1,80, e com uma estrutura digno para fazer um guarda-roupa procurar pelo muro mais próximo para ser esconder. Sua avó o descreveria como um “sujeito jovem e forte”, enquanto sua esposa silenciosamente colocaria sua aliança de casamento na gaveta mais próxima. Nunca um homem se parece tão obviamente como um líder.

Um astro do cinema precisa de um ambiente cinematográfico – por isso, recrutamos a cobertura Shangri La no Shard, e assim metade de Londres se estendia para além dos gigantescos painéis de vidro. Nós nos reunimos no piso X do prédio mais alto da Europa para discutir o papel de Cavill em Missão: Impossível – Efeito Fallout; ou melhor, o pouco que Cavill pode discutir sobre seu papel em Missão: Impossível – Efeito Fallout.

De forma refrescante para um blockbuster moderno – onde os spoilers são lançados no primeiro trailer, e o enredo pode ser decifrado um mês antes do lançamento geral – muito pouco se sabe sobre a sexta parte da franquia M:I. Naturalmente, é estrelado por Tom Cruise, como o super-herói Ethan Hunt; naturalmente, há uma contagem regressiva para uma iminente catástrofe global e, naturalmente, muitos veículos explodirão.

Cavill é a adição principal a um elenco que inclui as estrelas veteranas de M:I Simon Pegg, Rebecca Ferguson, Michelle Monaghan e Ving Rhames – um veterano do primeiro filme em 1996. (Cavill tinha 13 anos). Nosso cara interpreta o “antagonista principal”, August Walker – um agente da CIA cujos métodos colidem com o inesgotável heroísmo de Hunt (Hunt pode não ser muito frio, embora nem Walker seja, pelo visto)

Sou imposto para o time de Ethan pela diretora da CIA. August Walker é uma marreta para o bisturi de Ethan. Ele fará o trabalho não importa o que aconteça. Seu modus operandi é tão diferente do Ethan que naturalmente eles não se dão bem. Walker não tem nenhum problema com danos colaterais”, observa Cavill com certo carinho. “Ele está bem com isso.

O que é uma sorte, como o trailer promete, muito efeito colateral será devidamente danificado. Incluindo o protagonista: Tom Cruise quebrou o tornozelo perseguindo Cavill através dos telhados de Londres. (Felizmente para a harmonia do set, os homens estavam filmando na época.) Cruise, um profissional completo, terminou o processo, mas a produção foi interrompida por várias semanas.

Cavill passou o hiato desenvolvendo o personagem de Walker – e aproveitando um pouco o tempo de inatividade. Depois da tempestade… “Eu não quebrei meu tornozelo, então eu tirei uma folga e meu personagem ficou melhor!“, Ele diz alegremente. “Não era nenhuma tempestade, era só a bonança.

Depois de um acidente, pode parecer prudente enfrentar as cenas de diálogo e retirar-se para o trailer nas cenas pesadas. Cavill é feito de coisas mais resistentes e insistiu em realizar a grande maioria de suas próprias cenas de ação. (Ele não pode compartilhar muitos detalhes sobre, o único ponto negativo, exceto para avisar: “Se você tem dois atores envolvidos nessa cena de ação, aumenta o risco em dez vezes. E quando estamos falando sobre esse tipo de cena, se o risco eleva apenas um pouquinho mais, as pessoas morrem.“).

photoshoot-2018-squaremile_10jul2018_14Caso contrário, o que você vê na tela é Cavill puro e não filtrado: das rixas do banheiro à suspensão no Pulpit Rock.Quando você começa a fazer grandes acrobacias com os caras importantes, a adrenalina definitivamente aumenta um pouco. O material do Pulpit Rock na verdade não foi tão ruim, porque é tão alto que você perde todo o conceito de distância. Parece uma pintura abaixo de você, em vez de uma queda enorme. É só quando você está mais perto do chão que você tem medo de bater nele.

Falado com uma leveza para fazer um milhão de fãs desmaiar.

Se o tornozelo de Cruise era uma grande história de Missão Impossível, a outra era o Bigode Cavill. Este magnífico exemplar foi inspirado por um personagem de um dos quadrinhos favoritos do ator, um mercenário vilão chamado Elias Orr. Também poderia ter se provado o bigode mais caro da história, pelo menos para a Warner Bros – durante refilmagens para a Liga da Justiça, o estúdio teve que gastar uma fortuna, digitalmente removendo todos os vestígios de crescimento capilar facial. (Com sucesso misto.) Steve Austin era apenas o Homem de Seis Milhões de Dólares; Henry Cavill tem um lábio superior de vários milhões de libras.

Enquanto ele admite, “se eu soubesse que as refilmagens da Liga da Justiça estavam chegando, eu provavelmente teria feito uma escolha diferente“, o bigode também forneceu uma camuflagem útil. Depois de fazer a barba, “eu estava na América por, acho, três horas, e me pediram oito fotografias. Quando me sentei em um restaurante, fiquei tipo “uau, eu esqueci como era”.

Ele faz um grande Superman e, sem dúvida, será um grande antagonista, em parte porque se envolve com seus personagens; como o verdadeiro fã, ele entende os dois dentro da lógica de seu universo e sua herança cultural mais ampla além dela. No passado, Cavill comparou super-heróis às deidades gregas míticas; o que, então, faz o herói da ação moderna? Pessoas como Hunt, Jason Bourne, James Bond?

Pessoas como Ethan Hunt e Bond são mais nossos heróis da fantasia”, vem a resposta imediata. “Porque mesmo que eles poderiam ser pessoas reais, é apenas fora do reino da realidade. É alcançável – mas altamente improvável“.

Você podia ver uma sucessão de sujeitos do tipo Ethan Hunt passando por nossa janela agora – mas as chances disso acontecer? Extremamente baixas – mas é possível. As chances de um cara de traje azul e uma capa subitamente te ultrapassar a velocidade do som, ou mais rápido?

Ele pode estar indo para baixo…

Não na velocidade do som!

Não posso argumentar contra isso.

DORES CRESCENTES

Se Chris Hemsworth é o surfista australiano ideal para as proporções divinas, e Channing Tatum, o ultra-atleta dotado de charme e talento, Cavill bem poderia representar o cavalheiro inglês como gostaríamos de imaginá-lo: impecavelmente educado, elegante com terno e gravata, possuindo uma pitada vigorosa de bravura. O tipo de cara que esculpe um eloquente 50* em um uma vila intocada, depois salta de um jato Spitfire ainda usando seus sua malha branca de cricket.

Seu pai serviu na Marinha Real, e um irmão é um major no Royal Marines. Embora Cavill tenha escolhido atuação ao invés das forças armadas, sua dicção – medida, precisa – e seu físico não pareceriam destoados em uma parada. Por baixo da suavidade, há um brilho de aço interno; Sem rodeios, Henry Cavill poderia descer a porrada em você.

Mas então ser o quarto irmão, de cinco, ensina um menino a endurecer. Nascido e criado na ilha de Jersey, a infância de Cavill soa bastante idílica, embora ele ria da minha invocação dos livros de Enid Blyton (Os Cinco e tudo mais).

Eu não sei se foi no estilo de Enid Blyton. Eu me considerava muito, muito feliz. Absolutamente.

Aparentemente, o quarto filho está confortável. “Eu poderia aprender com todos os erros dos meus irmãos mais velhos e também ser protegido por minha mãe se a merda desse errado. Às vezes você pisa fora dos limites e os irmãos mais velhos vão se enfurecer e vão fazer o inferno pra cima de você“.

Houve uma enorme quantidade de lutas de brincadeira e lutas reais. Embora nunca socos na cara. Essa era a única regra.

Assim como os militares, os Cavills têm uma conexão sólida com a Square Mile. Depois da Marinha, o pai de Henry tornou-se corretor de ações e sua mãe trabalhava como secretária no banco – embora apenas depois que as crianças cresceram. “Seu maior trabalho sempre foi ser mãe de cinco meninos, o que é provavelmente o trabalho mais difícil conhecido pela humanidade.

Henry estava tentado a experimentar a cidade?

“Hollywood foi uma brisa em comparação com a escola. Rejeição era como, sim, qualquer coisa.”

Eu não acho que um trabalho burocrático é para mim, agora que eu experimentei outras coisas“, diz um dos maiores astros do cinema do planeta. “Eu posso ver onde está a empolgação nas finanças, posso ver de onde vem o vício. Meus irmãos estão [na área de] finanças. Pode ser enormemente prazeroso. Eu poderia ter entrado nisso, claro, e estar trabalhando em um lugar como este diariamente, seria incrível. Mas agora que eu experimentei essa ideia de viajar a trabalho, e eu posso interpretar um personagem, basicamente ser um garoto adulto, isso é difícil de substituir.

Cavill claramente adora seus pais. Muitos atores elogiam o apoio dos pais: “obrigada, mamãe, por me dizer para sempre seguir meus sonhos!” Com Cavill, no entanto, a gratidão decorre menos de sua influência em sua carreira do que sobre moldá-lo como homem.

Meus pais são pessoas maravilhosas, eles têm um equilíbrio maravilhoso. Meu pai segue algumas regras de forma muito estrita e não segue outras regras, e minha mãe sempre foi a mãe perfeita. Sempre se importando, sempre nos fornecendo um conjunto de diretrizes, mas também dizendo que não importa a direção que queríamos seguir, que finalmente, encontraríamos nosso próprio caminho“.

Meu pai estabeleceu um conjunto maravilhoso de diretrizes também, sobre como se comportar. O código do cavalheiro. E o que se deve fazer em certas situações, e o que se deve fazer em outras situações. E incentivou o uso adequado da língua inglesa e todas essas coisas. Eu realmente me sinto muito feliz por terem trabalhado tão duro conosco. Se eu tiver meus próprios filhos, é algo que eu vou tentar aprender e fazer a minha versão.

Que lições ele daria a seus filhos? Qual seria o código de cavalheiro de Henry Cavill?

Isso depende do mundo em que nasceriam.” (Como sempre, sem hesitação.) “Mas, no final das contas, o mesmo tipo de coisa que minha mãe – que seria fazer as escolhas que você quer fazer, aprender com elas. Esse é o conjunto de diretrizes, é o que considero bom e moralmente correto, e você pode seguir essa lista se quiser, ou não. Saiba que estou aqui para ajudar você: venha conversar comigo, faça as perguntas e saiba que serei o mais justo possível.

Um conjunto sólido de diretrizes …

Sim, até eles se tornarem adolescentes.

Eu sempre olho para crianças que foram para a universidade e faculdade com uma espécie de inveja“.

Quando adolescente, Cavill era gordo. O quão gordo? Gordo oo suficiente para seu apelido no colégio interno Stowe Boarding School ser Fat Cavill (“Cavill Gordo”), “Então eu devo ter sido um pouco acima do peso – pelo menos em comparação com todos os outros. Eu não era obeso, mas era gordo. Era sim.

Suspeito que muitos em sua profissão tentariam enterrar tal apelido; Cavill compartilhou com Graham Norton. Juntamente com a auto-depreciação, a disposição para autocrítica é outra marca na lista de valores britânicos da velha guarda que Cavill parece incorporar; sem melodrama, sem chorar o leite derramado no Instagram sobre o poder de aceitar o verdadeiro você. Ele hesita em rotular o apelido como bullying – “as crianças estão flexionando seus músculos sociais nessa idade” – mas seu tempo em Stowe, durante o qual ele estava com saudades de casa, provou ser uma boa preparação para Hollywood – um lugar não exatamente renomado por sua pluralidade física.

Hollywood foi uma brisa em comparação. Rejeição era como, sim, qualquer coisa. Se eu aguentei por quatro anos, sozinho, então eu definitivamente posso fazer isso aqui. Especialmente quando estou sendo pago“.

O jovem de 17 anos que conseguiu um grande papel em O Conde de Monte Cristo, um jovem bonito e quase angular que se mostra bem ao lado de Jim Caviezel e Guy Pearce. No entanto, quando a versão adulta recentemente reviveu o filme, ele ficou chocado com o que viu, ou melhor, ouviu.

Eu soava como uma versão do Mickey Mouse de mim mesmo! Não percebia o quão alta minha voz era estridente naquela época.” Há algo bastante reconfortante ao saber de que até o Superman se estremece com encarnações passadas. “É incrível o quanto isso mudou. Eu quero ser honesto, se soasse assim aos dezessete anos, seria legal, mas fiquei chocado. Realmente chocado. [Era] Muito estridente. Tipo, muito estridente“.

(Eu desenterrei alguns clipes do YouTube, esperando ouvir o barulho de um rato em hélio. Sem sorte: não é tão alto assim.)

HOMEM DE AÇO

Ele fez seu nome como Charles Brandon em The Tudors, e certamente será definido pelo Superman, mas Monte Cristo é o filme que mudou a vida de Cavill. “De repente, eu tinha uma carreira. Eu estava indo para Los Angeles para tentar encontrar mais trabalho, conhecer agentes e ir a estúdios para ver se podíamos ler roteiros e outras coisas, e isso se tornou um trabalho. Então, consegui um emprego aos dezessete anos, no qual ainda estou, e isso se tornou muito sério e muito real, muito rapidamente”.

Ele ganhou uma carreira, mas perdeu a adolescência, ou pelo menos uma parte crucial disso. “Você deixa de ser criança quase imediatamente. Você ainda faz as coisas normais, mas não vai à universidade e gasta a maior parte do tempo bêbado, e você não tem seu ano sabático e passa a maior parte do tempo bêbado. Você está correndo ao redor do mundo, tentando entender as coisas e enfrentando às despesas e tudo mais. É apenas uma abordagem muito diferente“.

Eu sempre olho para os jovens que foram para a universidade com uma espécie de inveja porque, por mais que eu esteja realmente feliz onde estou, eu também acho que é exatamente isso: é um estabelecimento, é um rito de passagem. , especialmente na Inglaterra – você vai para a universidade e faz a coisas da universidade. Seja para jogar em equipes, seja em leituras em grupo“.

Eu nunca fui a uma leitura em grupo! Eu nunca decidi se eu poderia ir a uma leitura em grupo ou não, porque eu estava de ressaca. É uma coisa muito estranha, e eu não tenho ideia de como é esse tipo de estudo. Eu adoraria ter feito isso, eu teria feito egiptologia ou história antiga ou algo assim, mas, sim, eu não tenho ideia. E é muito bizarro para mim porque quase todo mundo sabe.”

Que esse “todo mundo” diz muito. Cavill pode ter ascendido ao circulo das celebridades, mas ele parece estar firmemente fundamentado no que poderíamos chamar de “o mundo real”. (Não que jatos particulares, sets de filmagem e hotéis cinco estrelas sejam menos reais do que, digamos, Jersey ou sua viagem a trabalho). Uma pessoa normal pode ser o maior oximoro da língua, mas ele é certamente uma pessoa com quem você pode se relacionar, apesar da ridícula falta de correlação de sua existência cotidiana. Para alguém que interpreta Superman, essa é talvez a qualidade mais impressionante de todas.

photoshoot-2018-squaremile_10jul2018_13E como não é como se o papel fosse concedido a ele; Para interpretar Superman, você deve primeiramente acreditar que é capaz de interpretar Superman. Olhe para o espelho e veja o Superman olhando de volta. Essa “autoconfiança honesta” é imperativa: “se você não tiver isso de ‘entrar de verdade na coisa’, eles podem sentir isso a uma milha de distância, e eles não acreditam em você como alguém que pode ser o que Hollywood chama de uma estrela.

Ele tem uma perspectiva revigorante sobre o processo de seleção de elenco – “muito de conseguir um papel não é sobre a atuação de alguém, é sobre como você está. Se você pode atuar, isso ajuda ”- e o efeito subsequente dessa escalação, a transformação da vida pessoal em pública.

Eu sempre estive ciente de que as coisas poderiam mudar rapidamente. Depois que consegui o papel de Superman, houve um ponto de virada em que comecei a ser parado na rua em Londres, e as pessoas gritando “Superman!” Eles achavam que isso iria me fazer olhar para trás. Você ouve, pensa, não se vira. Porque então toda uma rua cheia de pessoas vai “o quê?”, E você nunca vai chegar onde você quer ir.

Ele deveria olhar para cima e dizer: “onde?

Sim, é o que eu vou fazer da próxima vez!” Ele ri. “Essa é uma boa, na verdade.

Cavill adora Superman e adora interpretar Superman. Ele é muito bom em interpretar Superman. É um azar que seu mandato tenha coincidido até agora com as tentativas frustradas de DC de replicar o Universo Cinematográfico da Marvel, com pouca preparação ou planejamento. Sua estreia, Homem de Aço, continua sendo o único filme de Superman “puro” que Cavill encabeçou – com Batman vs Superman: A Origem da Justiça e Liga da Justiça, em grande parte um grupo integrado focado em montar sequências do que um personagem ou coerência.

O próprio Homem de Aço atraiu controvérsia por sua visão mais sombria sobre do Escoteiro Azul – Zack Snyder criando um filme sombrio que parecia mais próximo de Christopher Nolan do que de Christopher Reeve. No clímax, Superman quebra o pescoço do general Zod: um assassinato para salvar uma família ameaçada de extinção, mas um assassinato a sangue-frio, no entanto.

Embora ferozmente orgulhoso de Homem de Aço, Cavill insinua que sua história pretendia catalisar a versão mais tradicional e heróica de Superman nas continuações solo que permanecem sem serem filmadas. “O assassinato de Zod teria levado a uma maravilhosa razão pela qual o Superman nunca mata. Não, ele nunca mata só porque seu pai disse isso um dia. Ele mesmo tomou a decisão por causa de um cenário impossível, ao qual ele disse: ‘Eu não me importo se é impossível novamente, eu vou encontrar uma maneira de tornar possível o impossível'”.

“Queríamos criar uma empresa em sintonia com integridade, honra e justiça.”

O movimento em direção a um Universo DC significava que “não tivemos a oportunidade de mostrar o outro lado dele, o ‘estou pronto para ser o Superman agora e estou pronto para mostrar ao mundo os melhores exemplos’. É daí que vem a alegria, e essa sensação de calor do personagem, que é seu verdadeiro superpoder – ele faz as pessoas acreditarem em si mesmas. Foi uma pena, porque teria sido bom, e teria sido um belo acoplamento com a seriedade e a profundidade do Homem de Aço.

Uma verdadeira pena? Enquanto ele faz um bom e pensativo Homem de Aço, Cavill seria fantástico como o arrojado Superman de nossa imaginação coletiva. Sua vivacidade transformou-se em Napoleão Solo no subestimado O Agente da U.N.C.L.E.  que tende a ser elogiado como uma audição quase-Bond, mas Solo também provou que Cavill é um ator cômico hábil, capaz de misturar bobo e estoico.

Ele cita o complexo, introspectivo, Superman: For Tomorrow como “uma das minhas histórias em quadrinhos favoritas. Eu definitivamente gostaria de contar uma história como essa ”. Claramente ele tem negócios inacabados com a capa. “Há uma oportunidade para continuar contando histórias do Superman, e acertando-as perfeitamente. Mostrando as coisas como esperança e alegria e esse maravilhoso poder dele de fazer as pessoas acreditarem em si mesmas.

Se Homem de Aço 2 nunca se materializar, talvez Cavill possa produzir ele mesmo. Ele recentemente co-fundou sua própria produtora, Prometheus Productions, com seu irmão Charlie e seu amigo Ben Blankenship como um antídoto para o veneno que se infiltrou em grande parte de Hollywood. Tendo testemunhado seu quinhão de “histórias de horror”, o objetivo é que a Prometheus seja baseada nos valores da decência comum e na busca da grandeza cinematográfica.

Queríamos criar uma empresa que fosse obviamente ótima em contar histórias, mas estivesse correndo muito nas linhas de integridade, honra e justiça.”

Integridade, honra e justiça – esse é o código de Cavill para você. Se todos nós tentássemos segui-lo, o mundo seria um lugar mais brilhante.


Galeria:


 

E a press tour do sexto filme da franquia Missão: Impossível está acontecendo e o PortalHenryCavill está cobrindo tudo em tempo real em nossas redes sociais. Continua com a gente! 😉

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *