ENTREVISTA TRADUZIDA | Henry Cavill para The Times Magazine

Em uma entrevista franca para a publicação britânica The Times Magazine, que trás em sua capa “O que tem para não amar no Superman da vida Real?”, Henry Cavill fala sobre a falta de autoestima que o persegue até hoje, sobre como ele se relaciona com as mulheres e o que espera de um relacionamento, fala também do começo de sua carreira – ele teve que emagrecer para ganhar seu primeiro papel, conta como recolhe os frutos de tanto trabalho duro, fama e o quanto Superman o inspira a ser uma pessoa melhor.

[READ THE FULL ARTICLE ON THE TIMES MAGAZINE WEBSITE]

O PortalHenryCavill, como sempre, traduziu tudo para você! Boa leitura!


Na escola Henry Cavill foi caçoado por estar fora do peso. Agora ele é um ator de filmes de ação em Hollywood. Mas, ele conta a Ben Matchell, que até super-heróis tem problemas de imagem com o corpo.

 

Geralmente, quando você conhece atores – particularmente atores Ingleses – não demora muito para você perceber que algo os incomoda. Eles raramente colocam isso para fora, mas está lá, uma nuvem fraca, mas perceptível. Esse problema é o sucesso. Alguns deles ficam muito famosos, recebem rios de dinheiro para estrelar grandes filmes de Hollywood e tem exércitos de fãs apaixonados, apesar de tanta coisa eles parecem ser levemente desolados por isso. Por outro lado, alguns desses atores desfrutam de aclamadas carreiras nos palcos ou TV, mas parece que nunca conseguiram chegar em grandes filmes de Hollywood e ganhar muito dinheiro. Eles não têm exércitos de fãs apaixonados. E de novo, são levemente desolados. Fale com qualquer um desses homens por um tempo suficiente que essa ansiedade – essa angustia – em cima da fama e sucesso, credibilidade e reconhecimento eventualmente vem à tona. Não tenho certeza do porquê disso, mas ai está. Atores – particularmente os Ingleses – podem ser muito esquisitos.

Henry Cavill não é assim. Ele não está remotamente tenso sobre o fato que ele é um astro de Hollywood de sucesso. Na verdade, ele acha absolutamente ótimo; “Eu amo isso!” diz ele pelo menos em três ocasiões separadas, dando um grande sorriso brilhante a cada vez. Cavill é de Jersey, no Canal da Mancha, e é mais conhecido por ser Superman. Desde 2013, ele apareceu como o Homem de Aço ao longo de três filmes que, entre eles, faturaram mais de 3 bilhões de dólares em todo o mundo.

De uma perspectiva física, não é difícil ver como o ator de 35 anos conseguiu o papel. Ele é alto e tem costas largas. Ele tem um queixo definido e bíceps que parecem que fatias de melões estão enchendo as mangas de sua camisa. Ao contrário de muitos de seus compatriotas – Como o Benedict Cumberbatch, como Tom Hiddleston – Cavill não tem treinamento formal. Ele não é regular no circuito de premiação. Ele não entrou em cena com uma versão inovadora de Hamlet no teatro Donmar que você precisa assistir. Mas isso não parece pesar sobre ele. Ele escolhe suas palavras. “Não é,” ele diz, “como se eu sangrasse teatro quando eu me corto.

Na verdade, essa coisa sobre prêmios não é estritamente verdadeira. Ano passado, Cavill foi nomeado para “Fodão” Favorito (Favourite Butt-Kicker) no Kids Choice Awards 2017, mas perdeu para Chris Evans, o cara que interpreta o Capitão América. Ele também concorreu para Melhor Ator em Filme, mas acabou indo para Chris Hemsworth, o ator fortão que faz Thor. Este, mais ou menos, é o ecossistema em que ele habita. Convive com outros super-heróis. Sendo fodões. Encantando crianças. Fazendo milhões no processo.

Eu sempre pergunto aos atores se seus trabalhos são fonte de risada, e a maioria deles ficam um pouco ofendidos com a sugestão. Mas Cavill? Cavill só fala, sim, que totalmente. “É muito divertido e não tenho vergonha disso. Eu faço parte da cultura popular! Acabei de terminar um filme com Tom Cruise, sabe?” ele diz sem fôlego, franzindo o rosto em descrença. Ele espera um momento e continua mais solenemente. “Eu sei quem é Tom Cruise. Eu poderia ligar para ele agora e dizer: “Ei! Como você está?” E isso é fantástico“.

Estamos em uma instalação remota de produções de filmes a alguns quilômetros de distância de Rickmansworth, em Hertfordshire. Cavill está usando jeans largos, um boné de baseball e um blusão dos Royal Marines. Um de seus irmãos – Cavill é o quarto de cinco irmãos – é um tenente-coronel dos fuzileiros navais. Outro esteve por um período no exército. Houve um ponto no início de sua carreira de ator que as coisas não estavam acontecendo em que ele pensou seriamente sobre se juntar a eles e se inscrever para uma carreira militar no lugar da atuação. “Eu não sei, pilotando aviões ou me alistando aos fuzileiros navais (** royal marines)“, diz ele. “Eu não diria que me arrependo de não me juntar às forças armadas, porque eu realmente amo minha vida agora. Mas também acho que teria amado a vida nas forças.

Essa não é uma postura de machão. Quando ele diz tudo isso, você acredita nele. Cavill é incrivelmente sincero. Ele é entusiasta, muitas vezes docemente sincero, e tem uma amabilidade não forçada que faz com que você se sinta como grande cínico, em comparação a ele.

A partir dos 13 anos de idade, ele foi viver na escola Stowe – seu pai era corretor de ações – e sua voz é profunda, refinada e com sotaque que lembre fracamente o do Médio Atlântico. Para começar, ele diz, que ele penou no internato. Ele ligou para sua mãe caindo em lágrimas todos os dias durante dois anos. Ele também era acima do peso – seu apelido era “Fat Cavill” (“Cavill Gordo”) – o que não ajudava. “Eu provavelmente era um alvo fácil na escola,” ele diz “Eu não era o mais popular.”

Mas então ele encontrou a atuação. Foi divertido! Outros garotos na escolha achariam difícil ser o centro das atenções, mas não Fat Cavill. Isso deu a ele uma espécie de respeito. “As pessoas que me perseguiram por outras razões não me perseguiram por atuar. Então foi como “Ok, legal. Isso é algo que pode me deixar orgulhoso.” Aos 17, ele fez teste para um papel na adaptação cinematográfica de O Conde de Monte Cristo, que foi lhe dado com a condição de perder um certo peso. Ele prontamente o fez, deixando a escola sem terminar seu curso para se tornar um ator. “Foi quando eu não era tolo por querer atuar, porque ali estava eu, atuando em um filme. Ganhando dinheiro. Eu não estava apenas contando moedas para tentar me alimentar. Era real.

E então… nada. Nada mesmo. Anos passaram com só pequenos papéis para mostrar a eles. Ele foi trabalhar em uma boate em Jersey para economizar dinheiro para voar para as audições em Hollywood, um interminável andar de um lado para o outro que parecia não chegar a lugar nenhum. “Eu ia para Los Angeles por três meses a cada vez com um pouco de dinheiro. O dinheiro iria acabar e o visto iria acabar, porque você só pode ir por 90 dias de cada vez, então eu iria para casa e trabalharia até ganhar dinheiro suficiente para voltar.


“Eu era um alvo fácil na escola. Eu não era o mais popular. Mas eu poderia ficar orgulhoso de atuar.”

 

O estranho foi que Cavill estava sendo considerado para alguns filmes enormes. Ele fez um teste para uma participação em Harry Potter que acabou indo para Robert Pattinson. Ele foi escalado para ser o Superman em um reboot anterior  – que não teve sucesso – da franquia, mas isso caiu por terra quando o diretor foi substituído e o papel foi reformulado. Com apenas 22 anos, Cavill fez teste para James Bond, mas o papel foi para Daniel Craig.

Foi frustrante. Ele tinha aparência de um grande astro de cinema – por isso que ele continuava conseguindo essas audições – mas o problema é que ninguém sabia quem ele era. “Era um beco sem saída,” diz ele. “Não importa o que eu fazia, eu não conseguia. Me falaram que eu era ótimo tida a vez que eu entrava na sala de audição, mas eu não tinha nome, então eu não conseguia trabalhos. Isso me fazia pensar, porque eu sequer me incomodava em ir para o teste?

Ele ainda parece meio magoado. Aparentemente, quando parecia que ele iria conseguir o primeiro papel de Superman, o DJ na boate em que ele trabalhava em Jersey, sempre começava a noite tocando a música tema do Superman em sua homenagem. Quando o papel escorregou de suas mãos, e ele estava de volta servindo drinks, o DJ teve que parar de tocar, para poupar seus sentimentos. Mas só por ser cotado para Bond significou que Cavill estava de repente no radar das pessoas. Ele ganhou um papel no drama histórico de TV The Tudors, interpretando Charles Brandon, o 1º Duque de Suffolk, um papel que exigia dele passar um bom tempo sem camisa.

Pode não ser um choque total saber que os papéis de Cavill geralmente exigem que ele tenha que se despir – há montagens inteiras do YouTube dedicadas a seus melhores momentos sem camisa –mas mesmo assim, ele diz que as vezes fica ansioso sobre como ele aparenta e se preocupa, que não esteja definido o suficiente.  Você pode rir, mas lembre-se, esse é o cara que em sua primeira experiência profissional foi pedido para que ele perdesse peso se quisesse o papel. É o Fat Cavill, no centro das atenções.

Sempre existe essa batalha com a insegurança,” ele diz. Bem, OK, eu digo. Justo. Mas imagine como a maioria dos outros caras se sentem, te vendo nas telas totalmente fortão? Isso não aumenta a confiança em nosso corpo exatamente. Cavill acena com a cabeça de forma simpática. “Sim e, para ser honesto, eu também me sinto como você se sente.

Sim, mas você está totalmente definido, eu digo. Você literalmente se parece com o Superman. Mas, Cavill diz, que para conseguir aqueles músculos ele tem que malhar como um louco por meses. E o resultado é que, realisticamente, ele só pode manter aquele corpo bem definido durante o período de filmagem e não mais que isso. Mas porque todos nós o vemos na tela com aquele corpo absurdo, de alguma forma ele sente que precisa ter aquele corpo ridículo 24 horas por dia, 7 vezes por semana, 365 dias por ano.

As pessoas têm essa percepção sua, então você quer estar com uma boa aparência o tempo todo, porque você sabe que é quando você não está aparentando bem, que alguém vai começar a tirar fotos. É quando os paparazzi aparecem do nada,” ele diz, suspirando tristemente. “Você sabe, meio… Por que agora? Eu estava com um tanquinho duas semanas atrás, por que você quer tirar fotos agora? Onde você estava há duas semanas?

Ele ri. Na verdade, acabamos gastando mais tempo do que eu previ falando sobre como a imagem corporal de um super-herói pode ser problemática. Cavill é solteiro. Ele vive em Kensington com seu grande e fofo cachorro akita, Kal. Ele diz que quando se trata de mulheres, ele as vezes se preocupa que eles tenham muita expectativa no quarto por ele ser um super-herói. “Isso coloca muito mais pressão em mim. Se eu conhecer alguém e elas estiverem esperando que eu pareça com o que eu era em Homem de Aço...” ele diz. “Ela pode dizer ‘mal posso esperar para ver o tanquinho!’ e ai ‘Oh… Não tem tanquinho. Só sou um ser humano. Eu tenho uma aparência normal, como todo mundo.

Hmmm, as mulheres esperam que você seja capaz de empenhar o Superman sexualmente, também? Isso não é um pouco… Intimidante?

“Agora eu preciso aprender sobre como falar com mulheres. Com aquela grande pessoa que irá entrar em minha vida.”

 

Bem, eu faço meu melhor,” diz ele. “Mantenha em mente, eu faço o meu melhor. Mas sim. Até o Superman tem câimbras as vezes.

De qualquer forma, ele diz que se tornou bom em saber quando as mulheres estão interessadas nele ou por quem ele é, e quando as mulheres estão interessadas nele só porque querem pegar o cara da capa dos filmes. “Você pode dizer se alguém está te passando essa vibe.

O que, tipo de coisa como “Por favor use a capa!”?

Sim, você pode notar. Eu tenho um instinto para o indivíduo. Você pode às vezes escorregar, claro. Quero dizer, ninguém é perfeito. Mas você pode dizer se alguém está nesse clima pelo jeito em que entra no cômodo e a conversa começa. E esse é o tipo que você evita.”

Ele disse que só começou a perceber que as mulheres o achavam atraente a partir do momento que chegou aos seus trinta. “Agora eu só tenho que aprender como falar com elas,” diz ele. Pelo que pude perceber, Cavill tem um tipo, que tende a impressionar mulheres que gostam de se expor ao perigo físico. Ele esteve em um relacionamento com a atriz das artes marciais Gina Carano, com a amazona inglesa Ellen Whitaker e com a dublê Lucy Cork. Mesmo que seu trabalho facilite para que ele conheça mulheres – que é bom! – ele diz que isso faz com que seja mais difícil se estabelecer.

Há esse comprometimento. Sim, é como um presente em termos de ter opções sobre as parceiras. Mas você está constantemente em movimento e você nunca está em um lugar por um longo período. Você tem que encontrar alguém que esteja disposto a assumir esse estilo de vida, e até viajar com você, o que é extremamente improvável porque isso significa que a pessoa não tem um trabalho. Ou alguém que te apoie a distância e te visite quando o tempo permite.” Ele ri. “É como, oh ótimo, eu tenho mais opções agora, mas não posso ter nenhuma delas.

Eu acho que Cavill está atrás de alguém que se importe com sua personalidade e não com seu corpo. Ele diz que tem temporadas que ele não está treinando, sentindo-se desleixado, e para sua grande descrença, as mulheres ainda demonstram interesse por ele. “Eu encontrei garotas que achei que nunca iriam me olhar duas vezes nesse estado. E ainda assim elas não estavam olhando para isso,” diz ele, gesticulando vagamente em direção ao seu torso. “Elas estão procurando por algo totalmente diferente. Você tem o melhor corpo do mundo, mas você não tem o que é preciso, então não importa.” Então mesmo assim é complicado, ser Superman e ser solteiro, ele não está desistindo do amor. “Eventualmente, a grande pessoa vai chegar na minha vida,” ele diz. “Ou eu vou entrar na vida dela.

Cavill está prestes a estrelar no próximo filme Missão: Impossível, Missão: Impossível – Efeito Fallout, interpretando o agente da CIA August Walker. Essa é a razão da qual ele tem o número de telefone do Tom Cruise. É como todos o filmes Missão: Impossível, um filme de ação pirotécnico que foi lançado em cinemas ao redor do globo. Uma das coisas mais agradáveis sobre Cavill é que não há dúvidas de que ele assistiria esse tipo de filme mesmo se não tivesse nele. Uma vez entrevistei um ator britânico ganhador do Olivier Awards que admitiu que o filme que ele estava lançando não fazia o tipo que ele assistiria. Mas Cavill? Eu posso totalmente imagina-lo, no quartel dos Marines, assistindo felizmente Missão: Impossível – Efeito Fallout ou Batman vs Superman: A Origem da Justiça ou o remake de O Agente da U.N.C.L.E., que ele estrelou como Napoleão Solo. “Com certeza,” ele diz. “Eu tento contar histórias que eu gostaria de assistir.” Até seu cachorro Kal recebeu esse nome em homenagem ao nome real do Superman, Kal-El, que foi dado por seus pais quando ele nasceu no planeta Krypton. Você não dá um nome assim ao seu pet se você não for muito, mas muito fã do Superman.

Ele gosta, ele diz, da ideia de ser um ator que põe traseiros nos assentos. Uma morte certa. Um sucesso financeiro para os estúdios de Hollywood. Ele não fica nem relativamente melindroso sobre dinheiro, ou sobre o fato que seu trabalho é sensacionalmente bem pago. Por que fingir que ser pago milhões de libras é algo que não é ótimo? Ele sempre esteve aberto sobre isso. “Eu não estou apenas fazendo isso pela arte“, disse ele em 2016. “O dinheiro é fantástico.

Ele agora vale cerca de 25 milhões de dólares e está contando, e diz que o dinheiro realmente começou a rolar em 2015, quando fez O Agente da U.N.C.L.E.Foi ali que as coisas realmente começaram… Foi quando eu ‘Uau, isso não real! Eu não posso acreditar que essas são as opções agora!” ele diz, que significa coisas como viagens de primeira classe e hospedagem em hotéis cinco-estrelas. Ele é bom com dinheiro? “Não sei se sou bom com dinheiro, mas eu definitivamente contratei alguém que é muito bom nisso,” diz ele, rindo. Será que ele já gastou um bom dinheiro em algo que ele depois parou para pensar que foi um pouco tolice?

Eu fiz algumas viagens bem caras com meus amigos, mas tolice foi a última coisa que elas foram. Elas foram maravilhosas e recompensadoras para todos nós. Olhando para trás, você pensa, uau, foi muito dinheiro! Mas valeu 100 por cento. Deu para meus amigos e eu memórias que vão durar até o final de nossos dias. Então, sim, valeu a pena totalmente.

Esse tema – o custo valer totalmente a pena – se aplica na atitude de Cavill sobre a fama. Não faz muito tempo atrás, ele passou seu aniversário de 35 anos sozinho na Flórida. Só aconteceu que todos seus amigos estavam fora da cidade, então ele tentou sair para tomar uns drinks sozinho. “E não tinha onde eu conseguia ir sem alguém me abordar e pedir ‘Oi, licença, não quero incomodar…’ ou sem alguém gritar,’ SUPERMAN!’ tão alto que podia atravessar o bar. Ter uma ‘vida normal’ em aspas não está ao alcance, porque, maravilhosamente, as pessoas estão animadas por me ver se estou por aí.

Sim, ele continua, tem um preço para estar na sua posição: “O exagero típico da mídia negativa sobre coisas que deram errado, ou relacionamentos, ou decepções de papéis perdidos, ou estar no centro das atenções quando você menos quer ser”. Mas de fato, Cavill está bem com isso se isso significa que ele é o Superman e está em vários grandes filmes. “Eu não ligo em pagar esse preço,” diz ele. “Eu acho que é divertido. E tem horas que não é divertido, e então preciso corrigir meu pensamento. Porque será minha culpa que eu não esteja me divertindo.

As vezes, quando ele está sozinho, Cavill diz que ele gosta de ir online e ler tudo o que falam sobre ele. Ele acessará fóruns sobre filmes para ver qual é o consenso popular. E novamente, e maioria das celebridades dizem que fazem o melhor para ignorar e evitar esse tipo de coisa. Cavill as procura ativamente.

É uma forma de conhecimento,” ele diz. “Obviamente tem muitas pessoas que só gostam de jogar veneno, mas você não tem ideia sobre o que está acontecendo com a vida delas. Elas podem estar passando por algo horrível então eu não levo isso contra eles. Eu apenas olho as coisas do ponto de vista de um artista. Digamos que 75 por cento das pessoas digam que meu desempenho foi ótimo, então vou pensar, ok, legal, estou no caminho certo. Sim, eu provavelmente posso ver algumas coisas delicadas, e eu não estou dizendo que você deve levar tudo em conta, isso definitivamente te dá algo para pensar que você pode não ter considerado. É apenas outra ideia. Dependendo de qual fórum você está, obviamente.

É realmente difícil não admirar isso. Ele genuinamente quer saber o que nós – traseiros anônimos que sentam no cinema – pensamos dele e de seus filmes, e depois nos entregar o que queremos. Perto do fim do nosso tempo juntos, ele olha para mim de maneira nivelada e diz que interpretar o Superman literalmente fez dele uma pessoa melhor. “Ele sangra a bondade, então representar essa pessoa é um padrão maravilhoso para se manter. Para ser honesto, isso não fez nada além de me ajudar na minha atividade e espero ser um ser humano melhor apenas tentando ser mais parecido com ele.

Se qualquer outra pessoa disser isso, irá parecer a coisa mais tola que você já ouviu falar. Mas eu realmente acho que Cavill acredita nisso. Quero dizer, é claro que ele acredita. Ele não está fingindo ser o maior ator do mundo. Ele está apenas tentando ser o melhor super-herói que ele pode ser. “Eu trabalhei duro. Isso não aconteceu em um ano. Não foi um sucesso da noite para o dia. Foi um sucesso de mais de 18 anos. Mas é divertido aproveitar os frutos do próprio trabalho“, diz ele, com um último grande sorriso brilhante. “Eu amo isso.

Missão: Impossível – Efeito Fallout estreia dia 25 de Julho (*** No Brasil, 26 de Julho)


Continue no seu Portal Henry Cavill para tudo relacionado a Henry Cavill!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *