LIGA DA JUSTIÇA | Compositor Danny Elfman fala de tema de Superman na trilha de LJ

Tivemos novidades sobre Liga da Justiça hoje. O filme que traz Henry Cavill, retornando às telas como Superman – estreia no Brasil dia 16 de novembro – está em contagem regressiva e com isso a expectativa só aumenta.

Primeiro o compositor Danny Elfman, responsável pelas trilhas sonoras de filmes como Batman: O Retorno, (1992), volta a DC e além de compor temas para Aquaman, Ciborgue e Flash, contou que trabalhou com o tema clássico de Superman nas cenas.

Em entrevista a Billboard ele contou que utilizou o tema de John Williams, para o Superman, em um momento sombrio: ‘ “Vamos fazer o tema do John Williams do Superman.” e para mim foi como estar no paraíso, porque agora eu tinha uma melodia para trabalhar em cima, e estava usando de uma forma muito sombria, em um momento sombrio. É o tipo de coisa que os fãs vão perceber. Alguns não vão. É um momento onde não sabemos de que lado que ele está”, declarou Elfman.

Só essa palavra “sombrio”, já pode despertar muitos rumores sobre o longa, mas para termos certeza, só em novembro.

O que pode dar algumas pistas a mais é um novo trailer do filme.


No último National Association of Theatre Owners Fall Smith, que teve a presença do diretor criativo da DC, Geoff Johns, foi exibida uma prévia inédita de Liga da Justiça.

Após isso há rumores que a Warner liberaria o novo trailer do filme, junto com o de seu lançamento Blade Runner 2049.

Especula-se que esse lançamento seria na próxima semana, coincidindo com a data da Comic Con de Nova York.

Por enquanto ainda são rumores, mas estaremos atentos.


Enquanto isso, acompanhe um trecho da entrevista de Elfman para a Billboard:

Você esteve há pouco tempo em Londres gravando a trilha sonora de Liga da Jutiça. Faz 28 anos desde que você gravou Batman. Como é voltar para o universo da DC?

Foi ótimo. Foi como se eu nunca tivesse saído, porque eu estou usando o mesmo tema como material que eu usava na época. Na verdade, eu nunca fui embora [risos]. Foi muito divertido.

Vão ter alguns pequenos momentos para os fãs. Vai ter um que eu coloquei do tema da Mulher Maravilha que Hans Zimmer fez para Batman vs Superman, mas também vai ter alguns minutos que eu tive o prazer de dizer “Vamos fazer o tema do John Williams do Superman.” e para mim foi como estar no paraíso, porque agora eu tinha uma melodia para trabalhar em cima, e estava usando de uma forma muito sombria, em um momento sombrio. É o tipo de coisa que os fãs vão perceber. Alguns não vão. É um momento onde não sabemos de que lado que ele está.

O pessoal da DC está começando a entender que temos essas partes icônicas do nosso passado e que faz parte de nós, parte da nossa herança – nós não podemos fugir disso. Tem o pensamento contemporâneo, que toda vez que refazem alguma coisa, você tem que começar tudo totalmente do zero – e ai, é claro, o público vai nos dizer de novo e de novo, que é uma bobagem. Porque a música mais duradoura e amada do mundo é o tema de Star Wars, da qual eles tem o bom senso de não tirar durante os reboots. E toda a hora que tocam novamente, a audiência delira.

Você escreve temas para personagens como Flash e Aquaman?

Eu criei algo pequeno. Tem tantos temas, você não consegue criar um grande tema para tudo. Então eu criei músicas introdutórias para Flash, para o Aquaman e Ciborgue – mas elas são coisas muitos simples, e eles [DC] entenderam. Eu disse, ‘Essas coisas podem não ser nunca mais usadas, mas eu estou dando a vocês todos os componentes, se vocês quiserem construir algo em cima disso.” Então não sei se eles vão ou não fazer isso, mas é assim que eu trabalho com um projeto desses. Você tem que assumir a atitude de que esse é o começo de uma mitologia e tudo importa, tudo se concretiza e com sorte eles vão.

Acompanhe o Portal Henry Cavill para saber tudo sobre Liga da Justiça.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *