TRADUÇÃO | Entrevista de Henry Cavill para EW sobre MI6, August Walker e bigode

Missão Impossível: Efeito Fallout estreia só dia 26 de Julho (no Brasil), mas as notícias já não param!

Henry Cavill foi entrevistado pela revista Entertainment Weekly, onde falou sobre a diferença de interpretar um ser humano e um super-herói, explicou a personalidade de seu personagem no longa, August Walker, e relembrou a polêmica do Rei Bigode. E acredite, Cavill está até com saudade dele.

Leia abaixo:


Henry Cavill olha para trás para seu “Missão Impossível: Efeito Bigode Fallout”: “Agora eu sinto falta”

Para Henry Cavill, se juntar a Missão Impossível: Efeito Fallout, permitiu a ele fazer algo que ele não fazia há um tempo: interpretar um mero mortal.

Eu amo interpretar Superman, mas ele não sente as mesmas coisas que nós sentimos fisicamente,” o ator, que estrelou o Homem de Aço em três fimes da DC (com mais um a caminho), explica. “Você não pode reagir ao mundo da mesma forma, como um ser humano normal reagiria. Então para mim, [fazer Efeito Fallout] significa que posso, finalmente, interpretar um humano novamente. Reações normais para coisas normais são permitidas.

Mas, novamente, seu personagem em Efeito Fallout não é realmente um mero morto. O August Walker de Cavill é um agente da CIA considerado uma “arma de última instância,” ele diz. “Ele é um tipo de força de ataque traumática e contundente. Ele mata a todos em uma sala e não há perguntas ou respostas, não há testemunhas, não há perguntas a serem perguntadas e o trabalho está feito.

É por isso que, quando Walker é forçado a se juntar ao super-espião de Tom Cruise, Ethan Hunt, em seu mais recente Missão Impossível, os dois não conseguem se entender. O método de operação de Walker envolve matar como um meio para um fim, enquanto Hunt sempre fez o oposto. “Ethan acredita que o que seja que Walker esteja fazendo, não está ajudando“, diz Cavill. “Ethan Hunt é um herói, o cara que garante que todos permaneçam vivos. Walker acha que a maneira como Ethan conduz seu trabalho é, no final das contas, mais uma ameaça a missão e mais uma ameaça ao bem maior.

Ainda assim, a única diferença entre Walker e Ethan – e entre Walker e Superman – do que os fãs não se cansam de falar tem sido, de todas as coisas, o bigode de Cavill. Os pêlos faciais do ator chamaram a atenção depois que ele foi notoriamente removido digitalmente em cenas da Liga da Justiça (ele teve que fazer as refilmagens enquanto também filmava Efeito Fallout, e não podia raspar), uma falha que virou memes e levou Cavill a fazer seu próprio tributo quando ele finalmente se barbeou em Março.

Olhando para trás, Cavill diz que, apesar do problema que o bigode causou, ele está encantado com o que aconteceu. “Se eu fosse deixar crescer um bigode um dia, teria que ser um bigode que mudaria o mundo. E estou feliz que foi assim“, diz ele. “Eu aguentei essa coisa por um ano, aprendi a amar e agora sinto falta disso. Fico feliz que tenha recebido muita atenção da mídia e tudo mais, porque se eu nunca mais deixar crescer um bigode de novo, posso olhar para trás e saber que posso encontrar tantos vídeos, memes e posts no Instagram, seja lá o que seja, apenas para me lembrar como que foi.

E espero,” ele brinca, “um dia poder mostrar aos meus netos“.

Missão Impossível: Efeito Fallout, estreia dia 26 de Julho.

[TEXTO ORIGINAL]


 

E o Portal continua postando todas as notícias quentinhas sobre Henry Cavill e MI6! Fique de olho em nossas redes sociais!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *