TRADUÇÃO | Nova entrevista sobre MI6 – EGMNow

Henry Cavill deu mais uma entrevista falando sobre Missão Impossível: Efeito Fallout, que estreia em menos de dois meses. Para o site EGMNow, o nosso August Walker fala no que a franquia se destaca em relação aos outros filmes de ação, elogia Tom Cruise e o diretor Christopher McQuarrie e fala sobre o finado Rei Bigode, “sinto falta“.


Direto de uma ressurreição kryptoniana em Liga da Justiça, Henry Cavill voltou sua atenção para o Ethan Hunt de Tom Cruise em Missão Impossível: Fallout, interpretando o agente da CIA August Walker, designado para colocar Hunt em seu lugar.

Walker é uma arma de trauma por força bruta“, diz Cavill em uma entrevista exclusiva. “Ele é usado como um ataque preventivo ou último recurso pela CIA. Ele é como o fuzil AK-47 do Ordell Robbie, então obviamente não vai se dar bem com o estilo “bisturi” de Ethan Hunt, que não gosta de abordagens com danos colaterais. Sua jornada é bem simples: a missão e o bem maior a todo custo.

O que tem de especial na ação dentro dos filmes Missão Impossível?“, Ele pergunta retoricamente. “São os riscos existentes. Nós fazemos coisas neste filme que nunca foram feitas antes na tela. As coisas que Tom e eu passamos foram extremamente empolgantes e animadamente perigosas. Havia um certo desconforto também. Tenho que dizer, é fascinante assistir Tom e interagir com ele no set. Sua mente está constantemente focada tanto na performance quanto na produção, mesmo no meio das tomadas. Isso claramente faz um filme melhor, mas essa, na minha opinião, é uma área difícil de se estar sendo um artista ou produtor. Mas é uma área em que Tom, aparentemente, não se esforça para estar.

Missão Impossível“, acrescenta ele, “faz o trabalho difícil de mudar o ritmo e o tom a cada filme. O humor do público muda com o tempo e ‘Missão’ conseguiu se adaptar a esses tipos de humor a cada vez; entrando em território novo e desconfortável toda vez que filmam, em vez de ficarem confortáveis ​​e seguindo a fórmula do sucesso anterior.

Ele é igualmente efusivo com relação ao retorno do escritor / diretor Christopher McQuarrie e o que ele trouxe para o filme. “Ele é um diretor muito talentoso e, ouso dizer, o meu favorito até agora“, diz Cavill. “Ele nos encoraja a colaborar, ele escreve excepcionalmente bem e sem arrogância; ele sabe o que quer e está aberto à discussão a qualquer hora do dia ou da noite e, acima de tudo, é um homem adorável. A história vem em primeiro lugar para McQ e seu estilo é adaptativo. Há outras coisas também, mas isso irá virar uma lista em vez de uma resposta se eu continuar.

mi6-39973838303038484-17

No entanto, ele conta sobre a maneira surpreendente como acabou entrando para o filme: “Chris e eu, enquanto conversávamos em particular, também começamos a falar publicamente no Instagram. Essa é a primeira vez que me pedem para participar de um filme de grande sucesso nas redes sociais. Mas quem sabe não seja o último?

Não importa o que aconteça, o objeto de disputas, bigode de Cavill em Missão Impossível – que se tornou um vilão do CGI durante as refilmagens de Liga da Justiça – não será mais um problema, embora seja difícil ler as emoções do ator sobre o assunto.

Eu sinto falta daquele carinha peludo“, diz ele.


O sexto filme da saga Missão Impossível estreia dia 26 de Julho nos cinemas brasileiros! Continue ligado no seu PortalHC para todas as notícias relacionadas ao filme do ano!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *